Heavy Metal Portugal - Music

    SELF INFLICTED VIOLENCE : "A Perception of Matter and Energy" (2009)

    Compartilhe
    avatar
    Manitou

    Número de Mensagens : 4
    Localização : Vallhala
    País :
    Data de inscrição : 26/12/2009

    SELF INFLICTED VIOLENCE : "A Perception of Matter and Energy" (2009)

    Mensagem  Manitou em 02.01.10 16:21




    TEMAS ...


    1. Liquids
    2. Artificial Phenomenon
    3. Eugenics
    4. A Mental Cancer II
    5. Comfort in Insomnia
    6. Realisation




    Lineup ...

    1,4,1,13 (Adam)
    V11


    **BLACK METAL**



    O Black metal é, por natureza intrínseca, patamar para emoções que o tornam contestado, odiado e ostracisado. Habita o universo do ódio religioso, da contestação a valores e da pura e caótica anarquia. Foge do exito "made in MTV" e das suas vendas porque prefere a "escuridão", capacidade e liberdade criativa que daí advem.
    Dentro deste universo existem mutações ainda mais díspares. Bandas que não nos falam de satanismo ou antireligiosidade. Não, escavam mais fundo na psique humana. Vão ao único e verdadeiro acto realmente pessoal e sob o qual, em última instância, nada comanda a não sermos nós próprios: o suícidio, a depressão e auto flagelação mental!
    Já havia escutado as demos destes ingleses, SELF INFLICTED VIOLENCE, já havia ficado impressionado. Mas foi com este longa duração, "A Perception of Matter and Energy" que, mesmo para estes ouvidos veteranos, a surpresa apareceu.

    Existem outros (poucos) exemplos na mesma senda traçada por este projecto, de brilhantismo assustador. Mas este trabalho é uma gema muito rara!
    Este Black metal tocado a meio-tempo, esta forma de cantar e gritar tristeza e depressão cega, esta misantropia obscena, não poderão deixar ninguem indiferente...
    A escuridão suícida deste trabalho, opressiva e debilitante, é quase palpável! Tal é o sentimento destilado pelos temas.
    O album evoluí numa percepção de beleza muito própria. Como se houvesse beleza num corte de pulso e numa morte por esvaziamento de veias. Todos temas estão pejados de sons sublimes, épicos, sem cair no pseudo-sinfónico obtuso e ridículo de tantas e tantas bandas que por aí polulam. São frequentes os gritos que dilaceram os ouvidos! Uivos de frustração, tristeza suícida e desconforto mental...
    Um poço de escuridão sabiamente recriada. Se quiseram falar do real desconforto que provocam os mais intímos instintos, oiçam este trabalho.

    Para ouvir alto, muito alto. Só assim se absorve um pedaço da escuridão viscosa deste trabalho!
    E oiçam como termina, no tema "Realisation": instrumental etéreo e de sons hipnotizantes...Glorioso!!



    "Comfort in Insomnia

    Theres something in Insomnia
    A solitary comfort
    leading us to isolation,
    fathoming all insecurities
    overanalyzing everything
    Lacking guidance to prosper
    devoid of personality
    falling into pattens
    which are non-productive
    sleepless, awake, eyes open shut."





    http://www.youtube.com/watch?v=Ij3ZELUJr24

      Data/hora atual: 22.10.17 8:24